terça-feira, 29 de setembro de 2009


Tenho fugido de mim,
Fingido ser o que não sou,
Fingido sorrisos para não verem o que há por de trás dele.
Tenho ficado calada, encolhida.
Quero ficar escondida, recolhida,
Deitada, dormindo, desejando que o dia não amanheça...
Desejando apenas neste momento ter asas...
Desejando apenas voar para além do céu.

A.P.Q.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Luto e partida

Para onde vão as almas?
O coração em dor se pergunta,
Porque? Porque? Porque?
Enquanto a que ficou chora...
Em um dia chuvoso de setembro ela partiu...
Mas se sofria tanto não seria melhor suportar a dor da partida,
Do que a dor de vê-la sofrer?
Seriam indagações para confortar o coração ferido, dolorido e inconformado,
Sofrendo pela dor de uma perda...
E ainda antes que partisse, toquei seu rosto e quis acreditar que ficarias bem...
E em um último suspiro me disse adeus...
Vi suas forças esvaindo-se sem muito poder fazer...
E agora eu cá ficarei com a dor da eterna saudade que já tenho e terei de ti...
Partas em paz que Deus em sua grandeza está contigo.

A.P.Q.

domingo, 13 de setembro de 2009

terça-feira, 1 de setembro de 2009

E se...



Qual é a cor do sonho?

Seria vibrante na ânsia da realização,

Seria uma cor opaca na desilusão,

Mas qual seria a cor dos sonhos de quem vive a sonhar?

Seria um arco-íris em tons de intensidades indescritíveis,

Seria como a tela pintada da inspiração do artista...

Qual seria o sabor da vida?

Às vezes doce, com sabor de mel ou chocolate,

Às vezes amarga como jiló ou boldo do Chile,

Poderia ser enjoativa como jaca,

Ou sem sabor como a água,

Mas os sabores seriam os alimentos que moveriam e sustentariam os dias...

Como seria viver sem sentimento?

Seria vazio, seria oco?

Seria opaco como uma parede branca?

E como seria viver sozinho?

Sem alguém para conversar, sem alguém para se ver,

Sem alguém para amar, sem a quem dar carinho,

Sem um pequeno animal para cuidar...

Seria sobreviver entre objetos imóveis, sem sentimentos e frios...

E como seria ter o mundo nas mãos?

- O que faria?

Salvaria a natureza ou o ser humano?

Desejaria que chovesse ou fizesse sol?

Acabaria com a guerra ou com a fome?

Curaria o corpo ou a alma?

E como seria viver em um mundo perfeito?

Num mundo perfeito as pessoas seriam todas iguais.

Nunca erraria, nunca teria o que aprender, nunca teria algo a acrescentar...

Então porque motivo viveria nele se todos fossem iguais a mim?

Neste mundo em que vivemos não há perfeição, e cada pessoa é única...

Cada pessoa tem seu jeito de ser...

E como seria ter o poder de comandar sua vida?

Ou será que já temos esse poder e só não sabemos como usá-lo?



Ana P. Quitério

Selinho

Recebi esse lindo selinho de uma blogueira muito querida Ivone - Ventus (http://ventus-ventus.blogspot.com/), muito gentil mandou me este lindo presentinho... Obrigada querida.

Aqui vai minha listinha de blogs:

Borboleta dos Sonhos, Ahhhhhhhhh um blog lindo da minha doce amiga Ju, um blog encantado como a magia das borboletas:
http://borboletadossonhos.blogspot.com

Para minha amiga Miss, um blog divertido e moderno:
http://missearphone.blogspot.com

Para Lílian, um blog todo delicado, cheio de lindos poemas que são puro encanto:
http://bebidaeamorsemgeloporfavor.blogspot.com