segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Confissão



Da minha hipocrisia desvendo os meus medos
Tentei compreender mais do que podia,
Tentei ser quem não era,
Tentei amar mais do que poderia.
Dessa jornada ao qual chamam de vida,
Trago dissabores e amores.
Tem em meu peito a chama de amar o que não se conhece.
Tenho na alma a ventura de voar.
Do meu egoísmo e ciúmes desacreditados,
Trago a minha imperfeição.
Uso meus erros e desculpas para fugir,
Fingir que sou imortal.
Nada sou!
Exponho-me diante do mundo,
Mas sou incapaz de expor-me ao espelho.
Tenho minhas fachadas com singelas rachaduras.
Tenho escondidos os meus grandes e pequenos fantasmas.
Trago em mim todos os sonhos do mundo!
Sonhos sozinhos, sonhos juntos,
Sonhos vazios e mortais.
Sou alvo das minhas próprias escolhas e desejos.
E ainda assim insisto em ter a fé cega de acreditar em milagres. 





Ana P. Quitério



6 comentários:

Borboleta de Sonhos disse...

Ninha, confissão maravilhosa!!
Fiquei alucinada por essa poesia linda!!
Você é maravilhosa assim pq tem fé e acredita nos seus sonhos.
E sabe, devemos sonhar mesmo, pode parecer enganos ou fantasmas, mas o que seria da vida sem eles, não é?
TE AMO!!

Lucimar Simon disse...

Aninha, adorei o post, que linda essa sua perspectiva de ver a vida e os acontecimentos que a permeia, tentar compreender é complicado, tentar ser o que nao é piorou, amar mais do que sepode impossivel, nossa quanta verdade numa só postagem...

adolo ler vc, beijos e beijos...

Lita figueiredo disse...

Linda, linda, linda!
Amei sua "Confissão"!
Continue sendo assim, não mude nada, os milagres acontecem para quem tem essa sua fé cega, essa fé maravilhosa que sempre fez parte de vc...
Vc é tudo de bom, minha linda!
Amo vc mais que demais!!!

Zeroglota disse...

Téns medo de olhar no espelho?
Aqui vc se mostra coragem pura
e confessa que como todos,vc também erra.
Mas também se mostra linda,quando
reconhece suas limitaçôes,e deixa claro a vontade de evoluir.
só os grandes,reconhecem ser nada diante do mundo, e muito pequeno diante de todos.
Vc é 10.

FELIZ 2010
Beijos

Priscila Rodrigues disse...

E quem disse que milagres não existem?

É só olhar a sua volta para compreender que não há vida sem milagres e não há erros individuais.

Gostei muito do seu blog, querida, vc sabe interpretar o que a alma fala.

Beijos e parabéns.

Sunshine disse...

Ter fé,por vezes é o k nos dá força pra continuar em frente...ñ deixes de acreditar!!!
Gostei mt do teu blog;-)
Beijo:*