segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Fragmentos


Há dias em que nada é certo, tudo não passa de pura imaginação,

Há dias de puras indignações e indagações do próprio ser...

Dias, meses, anos, uma vida de intensidades, intensidade quase surreal...

Amo demais a ponto de devotar-me,

Sofro a ponto de ferir-me a carne e a alma,

Desespero-me e ponto de chorar,

Choro a ponto de transbordar-me,

Sorrio a ponto de desejar congelar o tempo,

Sou uma menina a ponto de ainda brincar nos trilhos do trem,

Sou uma mulher a ponto de emocionar-me ao saber que posso gerar vida,

Apego me a ponto de não querer me despedir,

Penso a ponto de não conseguir adormecer,

Tenho medo a ponto de me paralisar,

Brinco a ponto de voltar a ser criança,

Perco-me a ponto de refazer o caminho,

Imagino a ponto de criar fantasias,

Surpreendo-me a ponto de não saber reagir,

Sonho a ponto de despedaçar-me quando um sonho se destrói,

Tenho fé a ponto de reconstruir-me da ruína da alma,

Creio a ponto de fortalecer-me com palavras de conforto,

Sonho a ponto de ficar feliz com apenas simples fantasias,

Em pensar que podem ser reais, em pensar que as tornarei reais, em fazê-las reais.

E se estou neste mundo com esse meu jeito de ser é porque tenho uma missão a cumprir...

Eu sou e sempre serei assim... Uma eterna sonhadora...



Ana P. Quitério

6 comentários:

Lucimar Simon disse...

Adorei o texto ana um misto de infatil com adulto, uma viagem no tempo de criança, um avanço no mundo adulto, nossa tao real e tao proximo adorei

beijao

Ana disse...

Lucimar que bom vê-lo aqui!
Ah a nossa vida é assim não é? Um misto de nossos momentos, de nosso dia-a-dia...
É bom viajar por nossa vida às vezes...

Beijosss

ju disse...

Esse texto me trás a sensação de que nunca crescemos verdadeiramente.
A vida nos dita algo mas nosso coração quer por vezes o outro lado!!
Lindo texto, amiga!!
beijos
te amo!!

ivone fonseca disse...

Ana nem sei o que dizer ficou fantastico este texto... queria ter escrito queria compartilhar deste turbilhao de sentimentos... nossa o q dizer, muita graça muita poesia ao mesmo q intenso e penetrante .. preciso confessar ja havia lido , mas não tinha o q escrever, (na verdade acho q ainda não tenho)

Lindo superação total, faço minhas as palavras do Lucimar "tao real e tao proximo"

Fantastico menina

Ana disse...

Ju que saudades suas aqui!
Você sabe né linda?
Somos eternamente duas meninas.
E quem manda no coração? Na verdade o meu manda em mim, e faço o que ele muitas vezes me pede...

Te amo!

Ana disse...

Ivone muito obrigada mesmo por suas palavras!
Agora eu que fiquei sem saber o que lhe dizer, acho que só a lhe agradecer mesmo.

Beijos