sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Meu anjo


O meu anjo não tem asas brancas

Ele vem dia e noite me buscar

Meu anjo é meio torto

Tem seus vícios, meio louco

As suas asas são vermelhas

Ele vem me libertar...

Ele pisca os olhos quando passa por mim

O meu anjo não tem nome...

Um anjo louco veio me visitar

Nesta noite despiu se das asas

Não falava em rimas

Somente possuía um estranho brilho no olhar,

Seus olhos sobre mim pairavam

O que meu anjo veio me falar?




Ana Paula Quitério



2 comentários:

Renato disse...

Hummmmmm!!!!
Tem alguém apaixonada...kkkkkkk
Lindo!!!!! Nossa de uma sutileza e uma sensualidade fora do comum.
Adorei!!!
Bjos!!

Lucas Nietzel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.