sexta-feira, 12 de setembro de 2008

REJEIÇÃO



Seu desprezo me consome
Não significo nada para você?
Meus sentimentos, minhas verdades, minhas palavras
São apenas pensamentos insanos, imorais,irracionais...

Seu olhar tão frio, e teu desprezo quando me vira as costas
Porque finge que está tudo bem?
Vejo em ti a vergonha em me ver assim...
A vergonha de mim...

Sou só mais uma garota mimada
Com problemas inventados
Apenas querendo chamar a atenção
Como a filha mal amada

Sou a amiga transfigurada
Em uma figura corrompida pelo tempo
Sou o próprio desalento

Sou a ovelha desgarrada
Que insiste por ser lembrada
A alma perdida sem motivos...
Não me ignore! Não me condene...

Tuas palavras me envenenam a alma, me matam
E já não posso negar que não tive culpa
Mas que culpa é essa que ainda não entendi?
Talvez essa culpa tenha nascido no mesmo dia em que nasci...

Ah! Se soubesse o quanto imploro por um gesto de carinho teu...
Se soubesse quantas vezes pensei na morte quando meu mundo desabou,
Quantas vezes ela passou tão perto de mim e você nem notou,
Quando só desejava um abraço seu...

Ainda hoje não encontrei meu lugar
Não faço parte de tua vida
Não faço parte de vida alguma
Eu não pedi pela vida...

Eu sei! Não é certo lhe implorar para me amar...
Mas será tão errado assim eu sonhar?

Tantas noites chorei, e ninguém me ouviu
Nos tormentos, nos medos, nas dores
Onde estava quando mais precisei de ti?

Não notou as noites que chorei contigo?
As noites que chorei por ti?
Não me notas nem quando eu estou aqui...
Nem notas essas lágrimas nesse rosto desbotado...

Se um dia eu sumir, não pense que foi por ingratidão!
Foi por apenas não suportar mais toda essa rejeição...





Realmente não estou bem...
E esse sentimento esta insuportável... Essa tristeza e essa dor parece que não vão passar...
O que escrevi, talvez expresse um pouco o que sinto... Talvez demonstre a dor que sinto por todos e ao mesmo tempo por mim mesma... =(

11 comentários:

Vanessinha First disse...

Poema lindo!!!!


Te Amo gêmea

Lita Figueiredo disse...

Nossa, minha linda amiga poetisa! Que poema forte, cheio de emoções verdadeiras, um desabafo sobre essa "coisa" que incomoda, maltrata e aniquila muita gente: a rejeição. Lindo poema, lindo desabafo, lindo protesto! Parabéns!

Borboleta de sonhos disse...

Que bonito!!
beijos!!

Lilian disse...

Nossa que forma linda de poetizar um desabafo!
Parabéns Ana vc é uma poetisa de mão cheia.
Beijão

Lucas Nietzel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Lilian obrigada pelo elogio... ^^
Fico muito feliz de estar aqui no meu blog...
Beijosss

Ana disse...

Lita mamãezinha!!!
Muito bom e fico muito feliz de te-la aqui!!!
Pois é... isso foi um grande desabafo mesmo... mas infelizmente é como me sinto... e acredite... só de lê-lo novamente vem lágrimas aos meus olhos =(

Te amo viu!!!

Ana disse...

Ju
Obrigada pelo elogio!!!
É bom vê-la aqui!
Beijos

Ana disse...

Vannnnn
Minha gêmea...
Te amo viu minha amiga!!!

Ana disse...

Oi meu anjinho!!!
Então... fiquei uns dias mau mesmo... e nem sei como tive coragem de botar tudo isso para fora...
Na verdade é o que venho sentindo ha dias, ha meses, ha anos...
E sim... ficou bem forte... na verdade foi o poema mais forte que escrevi...
Mas infelizmente é assim que me sinto. Mesmo que as vezes esse sentimento amenize, ele não some, não me abandona =(
E mesmo que eu queira dar a volta por cima, tenho as recaídas...
E bem... estou muito sensível e qualquer palavra, gesto, seja de quem for, mas principalmente de pessoas que gosto muito, já me deixa assim... =(
E sinceramente é horrivel essa sensação... =(

Te amo Anjinho!

emmanuel disse...

vc escreve bem Ana!

virei fã d vc msm!